segunda-feira, 29 de setembro de 2008

MINHA NADA MOLE VIDA!

Aula de Organização da Educação Brasileira...


(09/09/2008)-No fim da apresentação de um trabalho:

Professor: - Aline!
Eu (acordando dos meus devaneios):
- Oi!
Professor:
Comente!
Eu (ainda atordoada):
Sobre o seminário?
Professor: Não, sobre o tempo... Você acha que vai chover?



(25/09/2008)-Depois de um trânsito infernal e de muita corrida, entro na sala as 09:00 horas, sendo que a aula tem início às 08:55:


Professor: - Aline, chegou cedo... pra aula de terça que vem!
Porque você não veio aula passada?
Eu:
- Porque tava com preguiça :D
Professor:
Como é, repete que acho que não ouvi direito...
Eu:
- Tava com preguiça, eu podia dizer q tava doente e mentir, mas eu tava era com preguiça mesmo :D
Professor: Seria a minha moral que tá baixa ou é você que é cara-de-pau mesmo? Esse mundo está perdido mesmo...

Que continue a apresentação!


ps. Desfazendo totalmente meu ethos de intelectual estudante das Letras...
(Aaah, quer saber, eu odeio isso mesmo!)

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

DESCULPE, MAS MINHA AUTENTICIDADE NÃO PERMITE!

Sempre fui a maior encucada com essas coisas de "autodefinição", quer algo mais complexo e inútil do que tentar convencer alguém de tudo aquilo que você (não) é?
Pois então, odeio receber rotulações, mas também não suporto a idéia de simular uma personalidade, um sentimento que não sejam verdadeiros. Mas partamos direto pro dilema: perfil do Orkut. Isso mesmo, cada vez que ia atualizar essa paginazinha entrava em verdadeiro desespero, não consigo deixar uma simples frase, mas também seria uma afronta à minha criatividade aquele monte de frasezinhas feitas com caráter auto-afirmativo!
Por isso empre tentava achar uma cronicazinha divertida, ou um poeminha para pelo menos deixá-la apresentável com algo de que gosto... além de incentivar esse povo a ler!
Ontem, no ônibus (de novo) surgiram do nada muitas lembranças de frases e comentários sobre mim, que ouvi de amigos e pessoas com que convivo...
Algumas delas foram cômicas, outras inesquecíveis, e muitas triviais. Ao chegar na aula, me dediquei à idéia de reunir essas pequenas impressões que tenho deixado no mundo, e principalmente nas pessoas, depois de pronto, só na hora revisão, é que "caiu a ficha": este seria um tipo de "perfil perfeito", afinal de contas, quem pode nos conhecer melhor do que aqueles que
nos aturam diariamente?
Com esse pensamento em mente, mandei a célebre reunião de frases para o lugar em que se encaixa perfeitamente: a traumatizante página de perfil do meu Orkut.
Resolvi postar aqui no blog também, não só por ter gostado muito da escrita e do resultado, mas também para que outras pessoas possam conhecer melhor essa "incógnita" aqui...


"Aline feliz es? Usted es la persona sonriente...Usted tiene muchos amigos? Usted debe tener si, a las personas les gustan las personas alegres. Usted tiene una brisa iluminada, que es buena atrae a las personas."
(Espanhol maluco estudante de Filosofia e vendedor de livros, na saída do Centro de Convivência da UFRN - Agosto 2008)


"Aline! Você é muito simpática. Sempre sorridente, até nos momentos de nervosismo..."
(Mestre Medeiros, durante seminário sobre a Eneida - 2007)

"Seu sorriso é muito lindo. Quando você sorri ilumina tudo, é como uma lua cheia na noite escura."
(Vizinho chato, no ônibus escolar noturno - 2006)

"Você é muito prática, pragmatismo puro"
(Rosa Medeiros, me definindo)

"A princesa de 3 ★★★ está cada vez mais ★★★★★★★!"
(Don Felipe Garcia, o poeta)

"doceraaaa³³"
(Júlio César, em uma madrugada qualquer...)

"Você tem olho junto..."
(Minha irmã Agda, sobre meu comportamento)

"huahuahuahauaha vc eh doida"
(Elen, sobre mim no msn, todo dia)

"Sei não viu, essa Aline..."
(Fernanda, sobre qualquer nova aventura que lhe conto)

"Aline, chegou cedo... Pra aula da próxima terça!"
(Professor de OEB, reclamando 05 minutinhos de atraso)

"Preciso mesmo dizer que te amo sua chata?"
(Mário sobre mim)

"Aaaai que foi, tá estressadinha tá?"
(Meu irmão Aldemir, nos dias em que não estou muito pra conversa)

"Oi minha linda..."
(Geovane, toda vez que entra no msn)

"Malandrinha... Tudo firmeza?"
(Alunos do Ensino Médio, ao me avistarem chegando na escola - 2007)

"Ela é uma bixabaxa!"
(Louize, outra bixabaxa falando de mim)

"Que tanto homem bonito é esse nesse msn hein?!"
(Dani, sobre os meus amigos serem the best ones)

"Tiiia! Vamos brincar, vamos, vamos?"
(Crianças do catecismo, todos os sábados)

"Liniiiiiiiiii! E a vida sentimental, ta tranqüila?!"
(Suca, Barbie e Guria no msn)

"Nunca vi menina mais implicante!"
(Minha mãe, sobre minhas brigas com os irmãos)

"Aline, namoradeira!"
(Letícia Alves, sobre mim)

"Aline, você anda na rua pensando no que vai escrever no seu blog? Cuidado mulher, você vai ficar doida!"
(Príncipe William, a caminho do Setor II, sobre minhas abstrações criativas)

"Tá pensando que isso aqui é passarela da São Paulo Fashion Week é?"
(André Pinheiro, professor de Literatura Portuguesa, na saída do CCHLA)
"Eeei cachorra kd vc?"
(Pollyana, no msn)
"Ela muda o nick do msn todo dia... é muito sem-futura mesmo!"
(Regina Lúcia, sobre minha criatividade)
"Irmã Iracema, é a senhora, de Pau-dos-Ferros?"
(William Brenno, sem me reconhecer em um dos vários nicks que uso)
"Que danado é isso, fica rindo direto, seja mais séria!"
(Meu pai, sobre minha alegria de viver :D)
"Metida! rsrsrs"
(Barbie Girl, após ler esse perfil)
"Kd, botasse nenhuma frase minha nesse negócio não? Mas eh muito sacana mesmo...
(Dino, reclamando uma citação aqui)
"Acho que estou lendo muito a Desciclopédia!"
(Eu, sobre Eu mesma ao ler esse texto do perfil)

ps. Que bom seria se todas as pessoas dessem mais importância às pequenas coisas, e se soubessem "ler" com mais atenção o retorno dado por aqueles com que convovemos, mesmo em pequenos gestos, pois eles refletem a postura pessoal e os sentimentos que demonstramos!
pps. Post dedicado à todos os meus amigos e conhecidos...
Outras frases que forem surgindo ou lembradas sempre serão adicionadas.

ppps. Espero que gostem, meus (poucos) leitores, e comentem!


1 ótimo Fim de Semana para Todos!
Beijos.

domingo, 14 de setembro de 2008

Futuro Traçado



Atualmente, observa-se que grande parte dos jovens tem muitos sonhos. Sonham uns, com a fama. Outros, sonham com riqueza e poder, mansões, carros luxuosos e grandes viagens. Alguns mais centrados, sonham apenas em ter uma vida simples, ou seja, ter uma vida. Mas, o grande sonho em comum entre todos é passar no vestibular e estudar o que sempre sonhou. Etapa essa complicada, que deve começar a ser construída desde muito cedo. Para isso, estudo e dedicação são a base para conquistar todo o desejado. E esse, é um fator que chega a ser um problema para a maioria dos jovens.
Grande parte, não levam a escola com um objetivo principal em sua vida. Muitos até sentem-se na obrigação de estudar e não conseguem compreender que o que está vivendo é o que poderá indicar e até construir sua vida. Sem isso, muitas pessoas poderão ter sérios problemas futuramente.
Um dos problemas é o desemprego, que não está extinto atualmente, pelo contrário, é o que mais assombra várias pessoas, principalmente aquelas que não obtiveram um bom estudo.
Portanto, é mais que importante dar valor a chance que nos foi dada ao nosso futuro, o estudo.


quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Pequena Curiosa em Apuros - Memórias

Minha afinidade com a leitura, como já disse aqui anteriormente, vem de longa data... Sempre tive fascinação por tramas policiais e misteriosas, o que explica minha paixão incondicional pela "Tia Agatha" e todos os seus artifícios literários, como já mostrei lá nos comentários do blog do Júnior Soares . Nessas descobertas e incursões, já me deparei com coisas burlescas, exóticas e até assustadoras... Recentemente tive a oportunidade de escrever sobre o livro que mais me marcou até hoje, então, vou reproduzir aqui, na íntegra, o meu depoimento:

"O livro que mais me impressionou até hoje foi “A Profecia” de David Seltzer... Vou explicar: desde quando comecei a ler sempre fui muito curiosa, não podia ver nada que já ia lendo, na época eu tinha uns 10 anos e morava em um sítio junto com minha família, o dono do sítio sempre deixava lá livros que os filhos não iriam mais utilizar ou que simplesmente não queriam e eu, muito metida, ia fuçar as enormes caixas em busca de novas leituras.Foi numa dessas que encontrei o livro “A Profecia”, estranhei muito a ilustração da capa, que mostrava um garotinho de uns 3 anos com o numero 666 na testa e um sorriso malévolo nos lábios e no olhar, ele flutuava,enquanto que no chão se viam figuras sinistras como um enorme cão preto, um casal em cena de desespero e um homem caído ao chão com uma câmera ao seu lado... mas como eu era meninha não liguei muito e parti pra leitura.Inicialmente fiquei um pouco perdida, mas logo entendi a trama que se desenvolvia ali,uma conspiração para que o anticristo Damien (putz, só de lembrar me dá arrepios) se transformasse em um grande líder mundial, como fazia Catecismo na época, logo busquei as referências bíblicas citadas.O desenrolar da história, todo o plano traçado em uma narrativa cheia de mistério, suspense e medo mexeram muito comigo... Nos dias que se seguiram eu tinha medo de tudo, de ir ao banheiro, de animais como gatos e cães negros,e principalmente de ficar sozinha, em qualquer ocasião. Eu vivia em clima de tensão como se algo ruim estivesse sempre me rondando, e o mais estranho é que apesar de tudo eu isso eu não conseguia largar o livro de vez, por mais que parasse sempre voltava na expectativa de saber o que ia acontecer, se ele iria realmente destruir a família, se o plano iria dar certo. Continuei assustada por um bom tempo após o término da leitura, tanto que acabei pedindo para que minha mãe se livrasse do livro, pois não queria o ver ali no canto do quarto junto com os outros...A trama ficou marcada em minha memória, até hoje lembro de muitos detalhes, com o tempo descobri que se trata de um clássico do gênero terror/suspense, que já sofreu até adaptações famosas para o cinema. Mais recentemente um professor me sugeriu que refizesse a leitura,e mais: lesse também a parte dois, pois, segundo ele, hoje será outra leitura, por que não sou mais a menininha impressionável daquela época. Não sei, quem sabe ano que vem, por enquanto ainda não me sinto preparada para este reencontro..."

Tá, eu sei que não é o tipo de livro indicado pra uma criança, mas sabe como é gente curiosa né? De vez em quando passa por uns perrengues!

ps. Alguém aí já leu este livro, ou viu o filme? Opiniões?



Beijos!







quinta-feira, 4 de setembro de 2008

ENQUANTO ISSO, NO ÔNIBUS...


São 06:00 da manhã, entro no ônibus já molhada pela chuva fina que caía. Sem nenhuma cerimônia confiro todos que ali estão presentes. Não há vagas!Me encaminho até o final do veículo numa sucessão de pedidos de licença, minha irmã consegue um lugar, eu não, fico por ali mesmo e encosto num banco, o ambiente está quente, bem diferente do que estava lá fora. Fixo meus olhos na janela, no silêncio desabitual, a única coisa que ouço é a água batendo no vidro...

"Que sono!
Aula de Morfologia nos primeiros horários, se continuar assim vou me ferrar! E depois tem o Papai Noel...
Não posso dormir no seminário das meninas! Será que terei que ficar hoje? Será que tenho dinheiro suficiente para o almoço?Tenho que organizar as anotações de Lingüistica Românica!
Essas noitadas no msn estão acabando comigo... Vou dar um tempo na net! Queria ter ficado mais tempo no papo ontem, pena que num deu, até que horas será que o pessoal ficou? Será que o R. vai ficar com raiva de mim por que saí sem me despedir? Mãe também não dá descanso!O anjinho nem apareceu, já estou com saudades... e aquela mulher lá... aff, tem gente que não se toca mesmo! J. é um fofo mesmo! Como me alegrou o papo de ontem... F. me paga, que falta de consideração! Mas não vai ficar assim não... Esses homens!
Ainda bem que eu vim preparada para a chuva!Tem dias que isso aqui nem parece ser a Cidade do Sol... Preciso fazer minhas unhas, que cutícula horrível!Preciso tirar as cópias de Românica... Hoje não vou à São José não... Quando será que mãe vai visitar Bia? Saudades da bonequinha...
Odeio esses tarados de transporte público!
Preciso escrever, urgentemente...Ontem nem abri o blog, Deus me dê paciência e jogo de cintura pra arranjar tempo pra tudo! Tanta coisa, tão pouco tempo... ou será que eu que sou desorganizada demais?"

O movimento brusco do freio me desperta dessa letargia...volta pra vida real garota!A aula começa às 07:00 horas e continua chovendo, sigo caminhando sob a chuva fina...




ps. Isso me aconteceu semana passada



pps. Bia é minha prima linda que vai fazer 1 ano agora em setembro!



ppps. Odeio essa(s) chuva(s) fina(s)... e vocês?



pppps. Alguém aí já filosofou sobre a vida em ônibus ou algum lugar inadequado (entenda-se, estranho)?



Beijos.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

ENSAIANDO...


Sempre gostei de ler e de escrever (bobagens), desde que me entendo por gente, bobeou eu tô lá rabiscando... Mas nas minhas leituras sempre tive um gosto peculiar: sempre gostei mais de ler prosa do que poesia. Quando fiquei mais velha, essa caracteristica começou a me diferenciar dos demais alunos, pois a maioria sempre preferia trabalhar com poemas (se bem que até hoje ainda acho que muitos preferiam poesia por ser uma leitura mais curta, sabe como aluno é preguiçoso!). Então eu sempre saia em defesa da leitura, do Machado, da prosa...

Os anos se passaram, minha fixação pela leitura aumentou, conheci novos autores, devorei muitos livros (TODOS de prosa, não vou mentir) e ingressei no mundo acadêmico, dei de cara com a poesia, dessa vez não podia simplesmente optar por não lê-la, agora era uma obrigação e eu tive que enfrentá-la...

Sem dissimulações (afinal, esse espaço é meu!), admito que ainda prefiro a prosa, estou caminhando com a poesia, acho que a minha falta de hábito vai exigir um pouco de tempo pra me habituAr, mas como disse, já fiz grandes avanços, graças ao grande mestre Medeiros (ensinamentos de Teoria Literária que levarei pra vida toda) e também ao meu amigo Felipe, um aprendiz de poeta que me encarregou de ser sua revisora, eu reviso o texto e de quebra ainda dou uns pitacos nos versinhos dele!

Tantos foram os estímulos que até já ando ensaiando algumas rimas (ui!), nada sério, geralmente a título de provocação ao poetinha da sala, sabe como é em aula chata, o sono vai batendo, então temos que arrumar alguma distração pra espantar o soninho! Bilhetinhos de papel já são uma tradição lá na sala (geralmente pra combinar ou fofocar algo) e eu e Felipe os utilizamos para nossa comunicação poética. Resumindo: essa enrolação toda é para preparar o espírito de vocês, meus (poucos) leitores para um dos nossos "diálogos poéticos" que irei postar a seguir, feito à quatro mãos, numa reflexão... (tá, mentira, eu estava era zombando das ilusões bobas que ele mostra quando o assunto é o AMOR).


UFRN - sala 2D2 - 03/04/2008

Diálogo Poético III


Princesa de ***:
- Pobre Poeta!
Este mal chamado Amor
já te afeta! (rsrsrsrsrs)

D. Poeta:
- Amor, Amor, Amor...
Cervejas, Festas e Bebida...
Dor - Beijo - A vida!
Amor! Amor! Amor!


Princesa de ***:
- Amor, Amor, Amor...
Sofrimento, desespero e dor...
Deixa-se a razão,
Entrega-se à sorte.
BEIJOS, FESTA, VIDA?
Eis a tua morte!



D. Poeta:
- Sim! Morrer de Amor!
Morrer na bebida!
Não se morre se se morre
de Amor! O beijo escorre
Nos lábios em horror...
Morro! Morro! Morro de Vida!

Princesa de ***:
- "Morrer de Amor"
Em poesia é termo bonito,
Na vida real é diferente.
Não sigas assim,
Nesta filosofia que te mente
Neste Lirismo sem fim...
Quem te disse que no Amor
Nada pode ser ruim?




Não é nenhum primor poético, afinal não passo de uma aprendiz de aprendiz, mas já dá pra tirar uma onda né mesmo?...

Comentem aí o que acharam, sejam sinceros (mas só um pouco, não detonem!)

Beijos.

domingo, 24 de agosto de 2008

Por trás da tecnologia

O jovem do século XXI é sedentário. Não pratica esportes, não sai de casa, não gosta de estudar e dorme tarde. Só come besteiras e só quer saber de diversão. Mas, como se divertir sem ser ativo?
A resposta está nos milhões de jovens fanáticos pela tecnologia. Jogos, chats, músicas, tudo online.
Essa é uma grande vitória da técnologia mundial, e o fato de que a tecnologia veio pra ficar, cada vez mais está se firmando. A tecnologia conquistou públicos de todas as idades, mas disparadamente, os jovens são os que mais desfrutam exagerademente da tecnologia.
Mas isso também, pode apresentar, e até apresenta, diversos problemas, sendo eles psicológicos, físicos e sociais.
Jovens corroídos por computadores, passam até 12 horas diárias navegando. No mesmo barco, os problemas sociais e as preocupações da família, entrelaçados, tentando acabar com a vida desses jovens. E, que vida é essa, passada em sua grande parte, sentada em frente a uma tela, essa, que reflete milhões de rostos angustiados?
São os problemas que a internet traz para muitos jovens sem consciência, que deixam isso tudo tomar conta de si.
E quem não sabe desfrutar de tudo que nos foi dado corretamente, pode tornar sua vida, um inferno pessoal.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

DIFICULDADES E JUSTIFICATIVAS

Cá estou eu, na frente do pc...
Mil e um temas aparecem de repente, várias vezes ensaio um post, mas de repente trava tudo na minha cabecinha e aí paro tudo, apago e tento reiniciar...
Quem lê pensa que escrever essas bobagens é tarefa das mais fáceis, que nada!
Lêdo engano esse seu caro leitor!
É um escreve daqui, pensa de lá, ajeita uma frase, refaz um período, foge do tema, tenta voltar pra ele... enfim, uma verdadeira briga.
Nesses últimos dias estive um pouco sem tempo, e sem cabeça pra produzir textos legais e publicar aqui, pois sou assim, se for pra fazer, que seja bem feito!
Então estou aqui agora escrevendo isso justamente por que faz tempo que não posto nada e creio que isso pega mal para um blog recém-nascido não é mesmo?
Sinceramente tenho gasto toda a minha paciência com a faculdade, com os professores que nesse semestre parece que foram selecionados, eu, particularmente só tiro uns dois dos seis que temos...
Enfim, quando tenho muitas coisas pra fazer ao mesmo tempo fico doidinha e acabo não fazendo nenhuma direito! Putz, tanto texto teórico, seminários, peça de teatro, Igreja...Aff!
Mas prometo que não mais passarei muito tempo sem publicar nada aqui, sempre vou dar um jeito de escrever algo, mesmo que seja um post meio de justificativa como esse...

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

O caminho para a fama


Se tem uma coisa que todo o ser humano possui em comum, em qualquer área que ele possa atuar, é poder ter um dia o tão sonhado reconhecimento, o qual é fruto de um longo e árduo trabalho.
Somente quem lutou por anos em busca de conhecimento, e principalmente reconhecimento, sabe o quão prazeroso é ver a própria estrela brilhando e ter muito sucesso naquilo que faz.
Estudos comprovam, que o que faz a pessoa ter prazer naquilo que faz, é o reconhecimento de seu trabalho, por parte de quem desfruta do mesmo.
Porém, a fama, muitas vezes, pode não ser tão boa quanto parece, se não bem administrada por quem a tem. A maioria dos que conseguem alcançar o brilho de sua estrela, começam a se sentir poderosas, donas do mundo. Isso é um grande erro cometido pela maioria dos famosos.
Quanto mais isso ocorre, mais a fama se afasta. Por isso, a personalidade é a melhor amiga das pessoas e essencial nos momentos de fraqueza.
O segredo do sucesso não está apenas em disseminar conhecimentos sobre vários assuntos, qualificar-se em vários assuntos, seja ele qual for. O segredo, também, é pensar positivo e acima de tudo ser humilde, retribuir a todos que ajudaram você a construir seu iluminado caminho.
A maldade, a ganância e a violência, são os piores inimigos da fama.
Portanto pensar positivo, ser autêntico, ser culto, esforçado e principalmente ser bom naquilo que faz, é melhor e caminho ideal para fama.

domingo, 17 de agosto de 2008

Agradecimento

Bom, primeiramente, quero agradecer, pelo texto referente às boas vindas, e dizer que será um prazer ser colaborador do blog.
Aproveitando para dizer que sempre que houver tempo livre, irei postar aqui. Na maioria das vezes serão textos de autoria própria, visando auxiliar na vida de todos, aumentando o conhecimento de quem lê, e ao mesmo tempo fazer um combate(positivo) de opiniões.
Será muito uma experiência muito legal para todos, tenho certeza.
Bom, agora, mãos à obra.

MATHEUS...

Meus caros (e poucos) leitores, estou escrevendo este texto assim às pressas por que uma mudança repentina se processará neste humilde recinto virtual... Tem coisas que acontecem em nossa vida muito rápido, como pessoas que aparecem assim do nada e em pouco tempo conquistam uma grande importância em nossa vida e em nosso coração... Assim aconteceu com o rapazinho de que vou falar, mas a historia de como nos conhecemos é tão complexa que exigiria uma postagem mais elaborada, que vou ficar devendo pra vocês.
Enfim, ontem ele se auto-convidou para escrever alguns textos no blog, eu, que não sou boba prontamente aceitei, claro que será um imenso prazer tê-lo como colaborador (alguém tem que escrever alguma coisa séria por aqui não é mesmo?)!
Em tempo, seja bem vindo Matheus, a casa é sua!

sábado, 16 de agosto de 2008

DOS SOFRIMENTOS DE UM ALUNO - PARTE I




Tive muitos professores e sei que ainda terei muitos, mas a dinâmica não muda; com alguns é simpatia à primeira vista, com outros é antipatia, de alguns eu gosto como pessoa mas não em sala de aula, raramente encontro algum que me encante nos dois sentidos. Nas minhas desventuras no curso de Letras conheci uma nova categoria de docente: o sujeito que é legal, simpático, divertido, brincalhão – em sala de aula – quando toca o sinal e ele sai, eis outra pessoa... cumprimentava-nos friamente, isso se fôssemos falar com ele... Vê-se pode né? Estranhão isso né mesmo? Ok, pode até ser que ele realmente não goste da minha turma, ninguém tem culpa se faltava “química”, mas creio que nem isso justificaria alguns foras e esnobadas que recebíamos. A título de exemplificação, relatarei um fato ocorrido no fim dO semestre passado :

Depois de muita correria e pressão psicológica sofridas na preparação dos trabalhos da pessoa em questão, fomos, EU e FERNANDA (pobres e inocentes vítimas!), até a sala da referida pessoa pegar um material para apresentações. No caminho, já fomos discutindo quem iria bater na porta, quem iria falar com ele, e outros detalhes... Ao chegar no corredor já avistamos a pessoa fora da sala, num animado papo com um carinha, que lhe falava de seu projeto e pedia orientações, então, como somos muito educadas, nos aproximamos apenas o suficiente para que notassem nossa presença, mas não atrapalhássemos. Fomos notadas, mas não nos deram importância, então decidimos, resignadamente, ficar por ali e esperar...
Daí se transcorreram mais de 15 minutos, o povo ia e voltava no corredor e nós duas lá, com a maior cara de paisagem, quando cansamos de ficar encostadas na parede, começamos a olhar as placas de formatura que estavam expostas na parede (Meu Deus, o que a gente não faz por uma notinha hein?). Quando já estávamos quase enraizando o moço deve ter se compadecido da nossa situação e decidiu que estava na hora de ir, ficamos aliviadas... Finalmente né, afinal tínhamos mais o que fazer !
Qual foi nossa surpresa quando vimos a criatura virar-se, adentrar a sala, pegar a porta num movimento que indicava que iria fechá-la, sendo que, como estávamos nos encaminhando para lá, seria literalmente na nossa cara! Só não foi assim por que Fernanda ( sempre exaltada) se adiantou e disse:
- Fulano, vai fechar a porta na nossa cara mesmo?
Foi aí que a criatura disse um inexpressivo “Não” e voltou a abrir a porta, nós entramos pra pegar o material, recebemos as devidas orientações (friamente, como sempre) e saímos...
Fomos comentando o acontecido, e, como sempre, passado o impacto da hora demos boas gargalhadas relembrando a cena e a nossa cara de tacho (que foi o melhor de tudo)!

Não satisfeitas com um fora, partimos, sem saber, para outro que com certeza entrará para a lista das maiores delicadezas já recebidas de professores...
[PRÓXIMO POST]

ps. Todos os fatos aqui narrados são verídicos.

pps. Setor II é o lugar em que estudo e por lá acontece de tudo, mas de tudo mesmo...

ppps. Fernanda e eu formamos a dupla dinâmica da turma
EU = BATMAN e ELA = ROBIN

pppps. Só para constar, minha turma é ótima, se a referida pessoa não simpatiza conosco, problema dela!



segunda-feira, 11 de agosto de 2008

UMA CRIATURA DA NOITE...


As férias são o melhor período do calendário escolar, eis uma unanimidade entre todos os que estudam. Eu, apesar de minha aparência de intelectual (reparem, apenas a aparência mesmo!) não fujo à regra, e nessas últimas férias (merecidíssimas, diga-se de passagem) pude dedicar-me à maior de todas as artes: o exercício total do ócio. Foram horas e horas a fio diante dessa caixinha de fazer doidos, fuçando, procurando, e é claro conversando com gente de todo tipo (aprendizes de serial-killer , Don Juans e até as pessoas mais sérias e centradas do mundo).
Sempre fui ruim de acordar cedo ( olha que são 12 anos nessa vida de estudante e até agora não me acostumei), por que sempre gostei de ficar acordada até muito tarde, para mim, a noite é a melhor parte do dia: clima ameno, tranqüilidade, céu, estrelas... (poético isso não?). Bem, só sei que nessas férias eu extrapolei mesmo, em dias em que estava muito empolgada nas discussões cheguei a ir dormir até depois das 04:00 da madruga (afff... crianças, não tentem fazer isso em casa).
Foi deste comportamento que surgiram as indagações dos meus contatos do MSN: -Ainda acordada menina, não vai dormir não? e minha respectiva resposta: - Não, sou uma criatura da noite... que foi o motivo que me levou a escrever esse post. Não meus caros amigos coagidos a ler isso, eu não sou o Batman, sei que a resposta se assemelha à uma descrição do herói em questão, mas decididamente EU não sou o BATMAN!

ps.: Dúvidas quanto à minha verdadeira identidade não serão tiradas, pois nem eu mesma sem quem sou...

pps.: Não tenho cinto 1001 utilidades mas quando é preciso sei me virar em 1000...

ppps.: Sempre gostei de utilizar “ps.s” mas resolvi aderir desse modo em homenagem (entenda-se – plágio) a um blogueiro que adoro, em breve falarei dele.


Boa Noite e Boa Semana pra todos.

sábado, 9 de agosto de 2008

SOMOS QUEM PODEMOS SER...


...EU uma pessoa comum, igual a todas as outras certo? ERRADO! O que faz com que todos sejamos ESPECIAIS é o fato de sermos ÚNICOS, ÚNICOS assim como a vida, este efêmero presente de DEUS... Certa vez um amigo, o Poeta do Rap me disse: "A Vida é um Conto de um Louco Sonhando que Existe, apenas como um vazio sem significados..." Na hora não compreendi o sentido exato de tudo isso, mas hoje, diante de um tornado de mudanças que me arrastam rumo ao misterioso mundo ADULTO, vejo o DESAFIO que a vida inevitavelmente nos impõe: é preciso crescer, ter RESPONSABILIDADES, o que torna quase impossível mantermos o que há de mais belo em nós mesmos: a ESSÊNCIA, o segredo de, assim como uma CRIANÇA abrir a janela a cada novo dia e maravilhar-se com a PERENE NOVIDADE DO MUNDO... Não são lembranças, perfis ou definições, são ESTILHAÇOS do meu EU EM CONSTRUÇÃO - permanentemente - ...