segunda-feira, 29 de setembro de 2008

MINHA NADA MOLE VIDA!

Aula de Organização da Educação Brasileira...


(09/09/2008)-No fim da apresentação de um trabalho:

Professor: - Aline!
Eu (acordando dos meus devaneios):
- Oi!
Professor:
Comente!
Eu (ainda atordoada):
Sobre o seminário?
Professor: Não, sobre o tempo... Você acha que vai chover?



(25/09/2008)-Depois de um trânsito infernal e de muita corrida, entro na sala as 09:00 horas, sendo que a aula tem início às 08:55:


Professor: - Aline, chegou cedo... pra aula de terça que vem!
Porque você não veio aula passada?
Eu:
- Porque tava com preguiça :D
Professor:
Como é, repete que acho que não ouvi direito...
Eu:
- Tava com preguiça, eu podia dizer q tava doente e mentir, mas eu tava era com preguiça mesmo :D
Professor: Seria a minha moral que tá baixa ou é você que é cara-de-pau mesmo? Esse mundo está perdido mesmo...

Que continue a apresentação!


ps. Desfazendo totalmente meu ethos de intelectual estudante das Letras...
(Aaah, quer saber, eu odeio isso mesmo!)

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

DESCULPE, MAS MINHA AUTENTICIDADE NÃO PERMITE!

Sempre fui a maior encucada com essas coisas de "autodefinição", quer algo mais complexo e inútil do que tentar convencer alguém de tudo aquilo que você (não) é?
Pois então, odeio receber rotulações, mas também não suporto a idéia de simular uma personalidade, um sentimento que não sejam verdadeiros. Mas partamos direto pro dilema: perfil do Orkut. Isso mesmo, cada vez que ia atualizar essa paginazinha entrava em verdadeiro desespero, não consigo deixar uma simples frase, mas também seria uma afronta à minha criatividade aquele monte de frasezinhas feitas com caráter auto-afirmativo!
Por isso empre tentava achar uma cronicazinha divertida, ou um poeminha para pelo menos deixá-la apresentável com algo de que gosto... além de incentivar esse povo a ler!
Ontem, no ônibus (de novo) surgiram do nada muitas lembranças de frases e comentários sobre mim, que ouvi de amigos e pessoas com que convivo...
Algumas delas foram cômicas, outras inesquecíveis, e muitas triviais. Ao chegar na aula, me dediquei à idéia de reunir essas pequenas impressões que tenho deixado no mundo, e principalmente nas pessoas, depois de pronto, só na hora revisão, é que "caiu a ficha": este seria um tipo de "perfil perfeito", afinal de contas, quem pode nos conhecer melhor do que aqueles que
nos aturam diariamente?
Com esse pensamento em mente, mandei a célebre reunião de frases para o lugar em que se encaixa perfeitamente: a traumatizante página de perfil do meu Orkut.
Resolvi postar aqui no blog também, não só por ter gostado muito da escrita e do resultado, mas também para que outras pessoas possam conhecer melhor essa "incógnita" aqui...


"Aline feliz es? Usted es la persona sonriente...Usted tiene muchos amigos? Usted debe tener si, a las personas les gustan las personas alegres. Usted tiene una brisa iluminada, que es buena atrae a las personas."
(Espanhol maluco estudante de Filosofia e vendedor de livros, na saída do Centro de Convivência da UFRN - Agosto 2008)


"Aline! Você é muito simpática. Sempre sorridente, até nos momentos de nervosismo..."
(Mestre Medeiros, durante seminário sobre a Eneida - 2007)

"Seu sorriso é muito lindo. Quando você sorri ilumina tudo, é como uma lua cheia na noite escura."
(Vizinho chato, no ônibus escolar noturno - 2006)

"Você é muito prática, pragmatismo puro"
(Rosa Medeiros, me definindo)

"A princesa de 3 ★★★ está cada vez mais ★★★★★★★!"
(Don Felipe Garcia, o poeta)

"doceraaaa³³"
(Júlio César, em uma madrugada qualquer...)

"Você tem olho junto..."
(Minha irmã Agda, sobre meu comportamento)

"huahuahuahauaha vc eh doida"
(Elen, sobre mim no msn, todo dia)

"Sei não viu, essa Aline..."
(Fernanda, sobre qualquer nova aventura que lhe conto)

"Aline, chegou cedo... Pra aula da próxima terça!"
(Professor de OEB, reclamando 05 minutinhos de atraso)

"Preciso mesmo dizer que te amo sua chata?"
(Mário sobre mim)

"Aaaai que foi, tá estressadinha tá?"
(Meu irmão Aldemir, nos dias em que não estou muito pra conversa)

"Oi minha linda..."
(Geovane, toda vez que entra no msn)

"Malandrinha... Tudo firmeza?"
(Alunos do Ensino Médio, ao me avistarem chegando na escola - 2007)

"Ela é uma bixabaxa!"
(Louize, outra bixabaxa falando de mim)

"Que tanto homem bonito é esse nesse msn hein?!"
(Dani, sobre os meus amigos serem the best ones)

"Tiiia! Vamos brincar, vamos, vamos?"
(Crianças do catecismo, todos os sábados)

"Liniiiiiiiiii! E a vida sentimental, ta tranqüila?!"
(Suca, Barbie e Guria no msn)

"Nunca vi menina mais implicante!"
(Minha mãe, sobre minhas brigas com os irmãos)

"Aline, namoradeira!"
(Letícia Alves, sobre mim)

"Aline, você anda na rua pensando no que vai escrever no seu blog? Cuidado mulher, você vai ficar doida!"
(Príncipe William, a caminho do Setor II, sobre minhas abstrações criativas)

"Tá pensando que isso aqui é passarela da São Paulo Fashion Week é?"
(André Pinheiro, professor de Literatura Portuguesa, na saída do CCHLA)
"Eeei cachorra kd vc?"
(Pollyana, no msn)
"Ela muda o nick do msn todo dia... é muito sem-futura mesmo!"
(Regina Lúcia, sobre minha criatividade)
"Irmã Iracema, é a senhora, de Pau-dos-Ferros?"
(William Brenno, sem me reconhecer em um dos vários nicks que uso)
"Que danado é isso, fica rindo direto, seja mais séria!"
(Meu pai, sobre minha alegria de viver :D)
"Metida! rsrsrs"
(Barbie Girl, após ler esse perfil)
"Kd, botasse nenhuma frase minha nesse negócio não? Mas eh muito sacana mesmo...
(Dino, reclamando uma citação aqui)
"Acho que estou lendo muito a Desciclopédia!"
(Eu, sobre Eu mesma ao ler esse texto do perfil)

ps. Que bom seria se todas as pessoas dessem mais importância às pequenas coisas, e se soubessem "ler" com mais atenção o retorno dado por aqueles com que convovemos, mesmo em pequenos gestos, pois eles refletem a postura pessoal e os sentimentos que demonstramos!
pps. Post dedicado à todos os meus amigos e conhecidos...
Outras frases que forem surgindo ou lembradas sempre serão adicionadas.

ppps. Espero que gostem, meus (poucos) leitores, e comentem!


1 ótimo Fim de Semana para Todos!
Beijos.

domingo, 14 de setembro de 2008

Futuro Traçado



Atualmente, observa-se que grande parte dos jovens tem muitos sonhos. Sonham uns, com a fama. Outros, sonham com riqueza e poder, mansões, carros luxuosos e grandes viagens. Alguns mais centrados, sonham apenas em ter uma vida simples, ou seja, ter uma vida. Mas, o grande sonho em comum entre todos é passar no vestibular e estudar o que sempre sonhou. Etapa essa complicada, que deve começar a ser construída desde muito cedo. Para isso, estudo e dedicação são a base para conquistar todo o desejado. E esse, é um fator que chega a ser um problema para a maioria dos jovens.
Grande parte, não levam a escola com um objetivo principal em sua vida. Muitos até sentem-se na obrigação de estudar e não conseguem compreender que o que está vivendo é o que poderá indicar e até construir sua vida. Sem isso, muitas pessoas poderão ter sérios problemas futuramente.
Um dos problemas é o desemprego, que não está extinto atualmente, pelo contrário, é o que mais assombra várias pessoas, principalmente aquelas que não obtiveram um bom estudo.
Portanto, é mais que importante dar valor a chance que nos foi dada ao nosso futuro, o estudo.


quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Pequena Curiosa em Apuros - Memórias

Minha afinidade com a leitura, como já disse aqui anteriormente, vem de longa data... Sempre tive fascinação por tramas policiais e misteriosas, o que explica minha paixão incondicional pela "Tia Agatha" e todos os seus artifícios literários, como já mostrei lá nos comentários do blog do Júnior Soares . Nessas descobertas e incursões, já me deparei com coisas burlescas, exóticas e até assustadoras... Recentemente tive a oportunidade de escrever sobre o livro que mais me marcou até hoje, então, vou reproduzir aqui, na íntegra, o meu depoimento:

"O livro que mais me impressionou até hoje foi “A Profecia” de David Seltzer... Vou explicar: desde quando comecei a ler sempre fui muito curiosa, não podia ver nada que já ia lendo, na época eu tinha uns 10 anos e morava em um sítio junto com minha família, o dono do sítio sempre deixava lá livros que os filhos não iriam mais utilizar ou que simplesmente não queriam e eu, muito metida, ia fuçar as enormes caixas em busca de novas leituras.Foi numa dessas que encontrei o livro “A Profecia”, estranhei muito a ilustração da capa, que mostrava um garotinho de uns 3 anos com o numero 666 na testa e um sorriso malévolo nos lábios e no olhar, ele flutuava,enquanto que no chão se viam figuras sinistras como um enorme cão preto, um casal em cena de desespero e um homem caído ao chão com uma câmera ao seu lado... mas como eu era meninha não liguei muito e parti pra leitura.Inicialmente fiquei um pouco perdida, mas logo entendi a trama que se desenvolvia ali,uma conspiração para que o anticristo Damien (putz, só de lembrar me dá arrepios) se transformasse em um grande líder mundial, como fazia Catecismo na época, logo busquei as referências bíblicas citadas.O desenrolar da história, todo o plano traçado em uma narrativa cheia de mistério, suspense e medo mexeram muito comigo... Nos dias que se seguiram eu tinha medo de tudo, de ir ao banheiro, de animais como gatos e cães negros,e principalmente de ficar sozinha, em qualquer ocasião. Eu vivia em clima de tensão como se algo ruim estivesse sempre me rondando, e o mais estranho é que apesar de tudo eu isso eu não conseguia largar o livro de vez, por mais que parasse sempre voltava na expectativa de saber o que ia acontecer, se ele iria realmente destruir a família, se o plano iria dar certo. Continuei assustada por um bom tempo após o término da leitura, tanto que acabei pedindo para que minha mãe se livrasse do livro, pois não queria o ver ali no canto do quarto junto com os outros...A trama ficou marcada em minha memória, até hoje lembro de muitos detalhes, com o tempo descobri que se trata de um clássico do gênero terror/suspense, que já sofreu até adaptações famosas para o cinema. Mais recentemente um professor me sugeriu que refizesse a leitura,e mais: lesse também a parte dois, pois, segundo ele, hoje será outra leitura, por que não sou mais a menininha impressionável daquela época. Não sei, quem sabe ano que vem, por enquanto ainda não me sinto preparada para este reencontro..."

Tá, eu sei que não é o tipo de livro indicado pra uma criança, mas sabe como é gente curiosa né? De vez em quando passa por uns perrengues!

ps. Alguém aí já leu este livro, ou viu o filme? Opiniões?



Beijos!







quinta-feira, 4 de setembro de 2008

ENQUANTO ISSO, NO ÔNIBUS...


São 06:00 da manhã, entro no ônibus já molhada pela chuva fina que caía. Sem nenhuma cerimônia confiro todos que ali estão presentes. Não há vagas!Me encaminho até o final do veículo numa sucessão de pedidos de licença, minha irmã consegue um lugar, eu não, fico por ali mesmo e encosto num banco, o ambiente está quente, bem diferente do que estava lá fora. Fixo meus olhos na janela, no silêncio desabitual, a única coisa que ouço é a água batendo no vidro...

"Que sono!
Aula de Morfologia nos primeiros horários, se continuar assim vou me ferrar! E depois tem o Papai Noel...
Não posso dormir no seminário das meninas! Será que terei que ficar hoje? Será que tenho dinheiro suficiente para o almoço?Tenho que organizar as anotações de Lingüistica Românica!
Essas noitadas no msn estão acabando comigo... Vou dar um tempo na net! Queria ter ficado mais tempo no papo ontem, pena que num deu, até que horas será que o pessoal ficou? Será que o R. vai ficar com raiva de mim por que saí sem me despedir? Mãe também não dá descanso!O anjinho nem apareceu, já estou com saudades... e aquela mulher lá... aff, tem gente que não se toca mesmo! J. é um fofo mesmo! Como me alegrou o papo de ontem... F. me paga, que falta de consideração! Mas não vai ficar assim não... Esses homens!
Ainda bem que eu vim preparada para a chuva!Tem dias que isso aqui nem parece ser a Cidade do Sol... Preciso fazer minhas unhas, que cutícula horrível!Preciso tirar as cópias de Românica... Hoje não vou à São José não... Quando será que mãe vai visitar Bia? Saudades da bonequinha...
Odeio esses tarados de transporte público!
Preciso escrever, urgentemente...Ontem nem abri o blog, Deus me dê paciência e jogo de cintura pra arranjar tempo pra tudo! Tanta coisa, tão pouco tempo... ou será que eu que sou desorganizada demais?"

O movimento brusco do freio me desperta dessa letargia...volta pra vida real garota!A aula começa às 07:00 horas e continua chovendo, sigo caminhando sob a chuva fina...




ps. Isso me aconteceu semana passada



pps. Bia é minha prima linda que vai fazer 1 ano agora em setembro!



ppps. Odeio essa(s) chuva(s) fina(s)... e vocês?



pppps. Alguém aí já filosofou sobre a vida em ônibus ou algum lugar inadequado (entenda-se, estranho)?



Beijos.